Curso online

introdução alimentar

E-book

VOCÊ TEM MEDO DO ENGASGO?

  • Milena

Escolhi dar comidinha com a colher, como preparar?


Foto: Panelinha

​​

Você escolheu começar a introdução alimentar pelo método tradicional, isto é, alimentos pastosos oferecidos com a colher?


Aqui eu dou algumas orientações de como preparar a comidinha do bebê.


FRUTAS


No Brasil, a introdução alimentar é culturalmente iniciada pelas frutas. Porém, é somente uma tradição, você pode começar a introdução pelo alimento de sua preferência.


Em alguns países, como no Canadá, acredita-se que iniciar a introdução alimentar pelas frutas (que são alimentos mais doces) pode diminuir a aceitação do bebê por alimentos menos doces, como as verduras e legumes.


COMIDINHA


A comidinha do bebê deve conter legumes, verduras, grãos (arroz, quinoa e cuscuz) ou feculentos (como a batata e mandioquinha) e carnes cozidas ou ovos. Para as famílias vegetarianas ou veganas, a carne não precisa ser adicionada, porém é importante fazer acompanhamento com um profissional de saúde.


Você deve oferecer os alimentos separados no prato. Por exemplo, você pode cozinhar arroz, feijão, carne de panela e abobrinha separados. Depois, basta amassá-los com o garfo e oferecer um alimento de cada vez.


A papa com diversos alimentos misturados não é mais recomendado, pois o bebê não consegue identificar os sabores dos alimentos separadamente.


Aqui eu listo algumas orientações para a preparação da comidinha do bebê.


1. ATENÇÃO COM A HIGIENE


Mantenha a cozinha sempre limpa, lave bem as mãos e os alimentos antes de prepará-los.


2. A CONSISTÊNCIA DOS ALIMENTOS DEVE SER PASTOSA.


A consistência deve ser pastosa e nunca líquida. 


As frutas podem ser amassadas com um garfo (no caso de frutas como a banana, o mamão, o abacate) ou raspadas com uma colher (como a maçã e a pêra que são frutas mais duras).


As comidinhas devem ser cozidas e depois amassadas com o garfo também.

Não é adequado bater a comida no liquidificador, processador de alimentos ou passar na peneira.


3. EVITE ADICIONAR SAL DURANTE O PREPARO


Para evitar salgar demais a comidinha do bebê, não adicione sal durante o preparo.

No começo da introdução alimentar, você pode oferecer os alimentos sem sal para a criança conhecer o sabor natural dos alimentos.

Se preferir, você pode acrescentar uma pitadinha de sal no prato do bebê quando a comida já estiver pronta.


Neste momento, adicione também um fio de azeite ou óleo, sempre intercalando os tipos. Exemplos são: azeite, óleo de canela, óleo de girassol, etc.

Na hora da preparação, você pode adicionar outros temperos naturais, como ervas frescas ou desidratadas, cebola, alho, entre outros.


4. EVOLUA A CONSISTÊNCIA DOS ALIMENTOS


A ideia é começar com alimentos amassados com o garfo e ir progredindo a consistência. Quando o seu bebê chegar aos 10 meses de idade, ele já deve estar comendo a mesma comida da família.


5. OFEREÇA OUTRAS CONSISTÊNCIAS TAMBÉM


Mesmo que você tenha optado por começar a introdução alimentar do seu bebê oferecendo alimentos pastosos, ofereça também sempre que tiver oportunidade alimentos em pedaços para o seu bebê se familiarizar com outras consistências e brincar com os alimentos.

Curso online

introdução alimentar

© Petit à Petit 2017 by Milena Nardocci

São Paulo - SP